1.9.15

Madeira no banheiro.

Esse não é um post para falar de bancada, piso ou azulejo e sim dos detalhes de madeira que podem deixar um banheiro super charmoso. Como esse porta-toalhas feito com algumas ripas e uma cestinha. (Daqui)
Prateleiras porta-tudo, com ou sem suporte visível. Nesse caso, os canos deram uma ar mais industrial ao banheiro. Uma outra proposta são nichos sobre a pia. Esse aí nada mais é do que um rack que deixou de armazenar cds para guardar escovas, pincéis e afins. (Daqui e daqui)
Um simples banco num cantinho também pode ser um porta-qualquer coisa que a gente precise. O porta-papel higiênico com um pedacinho de madeira fica super moderno e o peitoril de janela está... ai gente, que lindeza! (Daquidaqui e daqui)
O espelho emoldurado dá uma bossa a mais ao banheiro e a "bandeja" além de prática, porque evita acidentes livrísticos, quebra um pouco a brancura do lugar.  (Daqui e daqui)
E para fechar, o cesto de roupa suja que contrariando minha aversão a conjuntinhos, está muito bem acompanhado de outros objetos de madeira clarinha. (Daqui)

29.8.15

Festinhas infantis vintage.

Festa com tema Branca de Neve estilo picnic no parque. Mais charmosa, menos pomposa e menos "industrializada".(Daqui)
Para os doces, idéias fofas como carrinhos da mina dos 7 anões com coberturas para sorvete e pirulitos de biscoito de maçã. (Daqui e daqui)
Garrafinhas com bala decoradas com cinto e gorro dos 7 anões e biscoito de espelho. (Daqui e daqui)
Chapéuzinho Vermelho mais rústica, com os personagens de feltro e cestinhas com margaridas penduradas ao invés de um painel com balões. (Daqui)
Bastidores para decorar, potes com chocolates forrados com tecidos da vovó e cakepops de frutinhas do bosque. (Daqui, daqui e daqui)
Biscoitos da Chapéuzinho com capa vermelha e cestinhas com brigadeiro. Nada muito exagerado. (Daqui e daqui)

28.8.15

Porta-pão.

Seja para uma reuniãozinha temática ou simplesmente para servir alguns pães numa ocasião qualquer, eis algumas formas charmosas de arrumar essa delícia. (Daqui e daqui)
Todo mundo tem uma cestinha de palha em casa, não importa a forma, vale até a tradicional de picnic. (Daqui e daqui)
Ou então um cesto de arame. Pode ser inclusive do tipo revisteiro. (Daqui e daqui)
Que tal em baldes e porque não deitados mesmo? Ou então em vasos? (Daqui e daqui)
Pode ser num caixote forrado ou no próprio saco de pão com a borda dobradinha. (Daqui e daqui)
Envolto num pano de prato, guardanapo ou embrulhado com papel manteiga e barbante. (Daqui e daqui)
Ou então na tábua,  dessas de tronco ou de carne mesmo. (Daqui e daqui)

26.8.15

Vasinhos de terracota gourmet.

Muito amor por esses pãezinhos e temperos no lugar de vasos de flores. É só agrupar alguns ao longo da mesa e pronto.(Daqui)
E o que dizer dessa maneira nada básica de servir um ovinho quente? É só colocar um pouco de sal grosso no fundo para dar altura. (Daqui)
Mas se forrar com papel manteiga, dá para colocar batata frita, torradinhas, pipoca, palitinhos de queijo, biscoito de polvilho... (Daqui)
Ou então é só acrescentar uma colher ou faquinha para patê e servir pastinhas, recheios e afins. (Daqui)
E para uma sobremesa, que tal se inspirar no "mousse de chocolate com nibs de semente de cacau, doce de cupuaçu e crumble de chocolate" do restô Remanso do Bosque? (Daqui)

Novidade!

Agora o Brigadeiro está no instagram. Vai lá para ficar por dentro dos novos posts! https://instagram.com/blogbrigadeirodecolher/

24.8.15

Mini wedding, seu lindo!

Depois dos posts sobre o meu casamento que marcaram a volta do Brigadeiro e inauguraram a sessão casório aqui do blog, bora continuar o assunto falando de mini wedding. Mas quem não estiver nesse momento não precisa sair pulando os posts não tá. Tem muita coisa que vale de inspiração para um almoço, uma reuniãozinha, um mimo, enfim... (Daqui)
Dizem que mini wedding é um casamento para até 100-120 pessoas, mas eu acho que acima de tudo é um estilo de casamento. Dizem também que é uma forma de economia. Se a gente pensar que por um lado quanto maior a estrutura maior o gasto, é verdade, mas é uma decoração cheia de detalhes. Muita coisa pode ser alugada ou vir do acervo da decoradora, mas para ficar mais com a cara dos noivos vale vir de casa mesmo. (Daqui)
E assim, direta ou indiretamente, o casal acaba se envolvendo mais na preparação. Se forem prendados (ou tiverem amigos prendados),  dá para abusar dos elementos DIY ou então usar objetos e fotos que contam a sua história. Mais personalizado do que isso, impossível! Dá para fazer no salão da igreja, em casa, num hotel ou até num restaurante. Não importa. E é ainda uma forma de não precisar convidar o chefe do pai, aquele parente que você nunca vê... Vira uma reunião para as pessoas mais íntimas, aquelas que realmente participam da vida dos dois. (Daqui)
Não tem aquela pompa toda, é charmoso, aconchegante.Tem clima de sala de estar. Da sala da casa da gente. (Daqui)